segunda-feira, outubro 10, 2011

8 Segundos


Só, com as memórias... À espera das que ainda não vivi. Sonhando acordada, revivendo histórias... Estranho pensar no tempo e sua relatividade. Horas que duram segundos, e segundos que duram uma eternidade. Injusta e cruel relatividade, não sabe o quanto torna meus dias angustiantes. Tento despistá-la, refúgio encontrado nos braços de Orpheu; é onde aguardo até o instante em que poderei aumentar as melhores recordações, minhas memórias de 8 segundos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba as postagens por e-mail