segunda-feira, outubro 03, 2011

Vício

"Quanto mais eu tenho, mais eu quero". Essa necessidade [...] consome meus dias, supre-se em minhas noites e retorna mais forte do que nunca. Oh, amanhecer, maldito amanhecer que me faz dizer adeus, que inicia minha jornada de ansiedade e desespero rumo à tão sonhada Noite; Intensa Noite com suas Madrugadas em Claro, razão da minha existência. Sobrevivo nos dias apenas por elas, vício supremo, minha Vida.


2 comentários:

  1. Adorei seus poemas, Rita, pelo pouco que te conheço acho que deveria se empenhar mais,pois penso que talentos como o seu devem ser levados a serio.......Td de bom! TE ADOROOOOOOOOO :)
    Flávia Manoela Lopes

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Flávia, significa muito pra mim *-*
    Adoro você, mil beijos =*

    ResponderExcluir

Receba as postagens por e-mail