sexta-feira, setembro 30, 2011

Borboletas

É um sentimento tão bom... Uma paz, uma tranquilidade, uma vontade de sorrir, se abrir para o mundo. Vontade de me perder em pensamentos, me transportar para perto da minha “felicidade”, acho que posso chamar assim; é algo tão forte que mal cabe em mim mesma. Sinto uma necessidade de compartilhar isso com todas as pessoas, espalhar coisas boas, pois parece que quanto mais faço uma pessoa feliz, nem que seja por alguns instantes, minha “felicidade” fica mais próxima... Ah, as borboletas... Voem comigo, para longe, me levem até onde está o meu Sonho...



quinta-feira, setembro 15, 2011

À Procura


(...) Talvez eu não ache necessário Ser apenas, quem sabe no fundo da minha mente eu tenha que encontrar a Razão da Existência em algo além de mim mesma, algo que talvez seja explicado pela união de dois espíritos compartilhando a mesma energia, a mesma vibração. Ser significaria então nada sólido, nada solitário. E é nessa busca pela outra parte de minha energia, a parte complementar, que eu me perdi no universo, totalmente sem rumo.

(Escrito inicialmente em 27/08)



"Portas da Percepção"


A essência da funcionalidade humana. Todo o universo está em você, e você só precisa de algo que abra sua mente para tudo de bom que a vida é, por si mesma. Não é errado o caminho que você segue para se encontrar com seu mundo, com a sua essência; o importante é abrir os olhos para dentro de você. Encontrará outro mundo, descobrirá a potencialidade do ser humano, mudará sua vida, abrir-se-ão as Portas da Percepção.



Receba as postagens por e-mail