quarta-feira, dezembro 21, 2011

Recordações

Flashes piscavam ao longe, vindos de todas as direções. A melodia nordestina ecoava nos desacostumados ouvidos curitibanos; turistas dançavam, maravilhados. As luzes coloridas envolviam a todos na bela galeria de arte ao ar livre. Eis que a canção se tornou ópera, o fogo crepitava à luz do luar, encantando a todos os transeuntes. E, por mais acolhedor que pudesse parecer, eu estava só, mergulhada no espetáculo que acontecia na cidade em que amava. Em meio a aplausos, os artistas acenavam, retirando-se, seguidos por um rastro de olhos brilhantes... Estavam todos felizes. E essa é a minha primeira recordação do natal em Curitiba.   


Rua XV de Novembro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba as postagens por e-mail