terça-feira, março 27, 2012

Desfecho

O silêncio mais duradouro e apreensivo que já me envolveu. Ansiava por uma mísera palavra, um monossílabo que fosse, que me trouxesse de volta à vida. O vácuo de sentimentos era aterrorizante, absorvia tudo: lembranças, planos, rascunhos de uma carta que nunca fora enviada. Uma história que sobreviveria, talvez, se dramatizada numa Casa de Orates.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba as postagens por e-mail