sábado, novembro 19, 2011

Sorriso

Dos inúmeros, o mais tolo, o mais infantil, o mais sincero. Envergonhado, tão vulnerável, tão cativante! Aquele involuntário, acompanhado de um rubor de faces e do baixar de olhos mais lindo já visto... Movimentos que dispensam quaisquer Três Palavras. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba as postagens por e-mail